Por que investir em agronegócio de precisão?

Saiba investir em agronegócio por meio da agricultura de precisão e obtenha excelente resultados durante a colheita

Com a tecnologia cada vez mais avançada, investir na agricultura tem sido uma boa alternativa para quem deseja obter grande lucratividade. Isso porque, atualmente, pelo agricultura de precisão, é possível mapear regiões de terra produtivas e, consequentemente, aumentar a produtividade.

No entanto, investir em agronegócio pelo método de precisão requer uma quantia de dinheiro considerável. Por esse motivo, optar pelo refinanciamento imobiliário fará você obter uma boa quantia com juros baixos e condições de pagamento favoráveis ao seu bolso.

?

O que significa agricultura de precisão

Diante da estabilidade no cenário econômico, a agricultura brasileira foi uma das principais responsáveis pelo crescimento de 1% no PIB em 2017. Por esse motivo, esse setor tem atraído cada vez mais a atenção de investidores que enxergam no agronegócio uma maneira de obter rentabilidade.

Com o propósito de terem maior exatidão sobre suas colheitas, os proprietários de terra têm investido na denominada agricultura de precisão. Assim, fica mais fácil coletar dados e informações importantes capazes de intensificar a produção, tendo em vista um aumento da competitividade no campo.

A agricultura de precisão divide um lote de terra em diversas partes e, a partir daí, são coletados alguns dados relacionados à sua fertilidade. Com isso, será possível verificar quais locais são mais propícios para fazer o plantio e, assim, ter uma boa colheita durante a safra.

Um dos grandes benefícios proporcionados por essa técnica é um maior controle na aplicação de insumos e agrotóxicos em plantações. Isso porque, com um sistema automatizado, fica mais fácil verificar em quais áreas as pragas predominam e até que ponto elas podem ser prejudiciais.

A importância dessa ferramenta

A agricultura de precisão leva os produtores a estabelecerem estratégias capazes de minimizar alguns problemas nas lavouras, seja no plantio ou na colheita. Dessa forma, consegue-se um aumento de competitividade e uma redução constante de custos envolvendo produtos, como insumos.

Ao obter informações precisas sobre cada pedaço de terra e traçar estratégias de plantio, o agricultor só estará contribuindo no crescimento do setor agrário na economia. De acordo com o Globo Rural, a colheita e a lucratividade de uma safra pode crescer até 67% em algumas situações.

Modo de funcionamento dessa técnica

Diversas culturas, como a do café, milho e da soja, estão cada vez mais fazendo uso da agricultura de precisão, pois são os produtos mais exportados pelo Brasil nos últimos anos. Vale ressaltar que essa técnica leva em consideração não só a fertilidade de cada pedaço de terra, como também um controle maior da inserção de agrotóxicos, insumos e demais produtos.

Diante disso, quanto mais informações as ferramentas de precisão coletarem, o diagnóstico para melhorar a produtividade será mais preciso. Assim, o agricultor não terá prejuízos ao colocar produtos químicos demais em suas plantações e, consequentemente, sua safra será maior e com mais qualidade.

Como investir na agricultura de precisão?

Para investir em agronegócio, é preciso considerar que os custos são razoavelmente grandes e a lucratividade é obtida lentamente ao longo dos meses. No primeiro ano, por exemplo, é normal você pagar a dívida contraída durante a instalação da agricultura de precisão.

O primeiro passo durante a aplicação dessa técnica é traçar um mapeamento da fertilidade de cada pedaço de terra. A partir disso, os sensores, drones e outros aparelhos irão captar informações precisas sobre suas características. Assim, fica mais fácil identificar possíveis problemas e encontrar soluções para resolvê-los.

Geralmente, os materiais usados na criação de uma agricultura de precisão, são:

  • monitor de colheita;
  • piloto automático;
  • barras de luz;
  • drone e demais instrumentos de coleta de imagens;
  • distribuidores de inseticidas e demais produtos;
  • semeadora,
  • sensores.

Segundo pesquisa do Aerogro, 78% das pessoas usam a agricultura de precisão durante o preparo do solo antes do plantio. Em contrapartida, apenas 44% coletam e analisam os dados da colheita e se seus resultados foram razoavelmente maiores em relação à safra anterior.

O refinanciamento como melhor opção para se investir

Conforme mencionado acima, investir em agronegócio requer um pouco de dinheiro e o retorno geralmente ocorre ao longo dos meses. Para evitar solicitar um crédito agrícola com elevadas taxas de juros, uma dica é optar pelo refinanciamento imobiliário e suas vantagens exclusivas.

Além de obter mais facilidades durante o pagamento das prestações, que podem chegar até 240 meses, você consegue um volume maior de crédito, correspondente a 50% do valor do imóvel. Ainda, esse tipo de crédito possui juros mais baixos de até 1,3% ao mês, proporcionando facilidades ao bolso do consumidor.

Ao contratar os serviços da Melhortaxa, conseguiremos fazer uma análise do seu perfil e verificar quais instituições financeiras possuem as melhores vantagens de crédito com imóvel em garantia. Tudo isso, de maneira 100% gratuita e com total assistência oferecida pelos nossos profissionais. Faça já uma simulação!

Veja Também