Não pule a etapa do simulador de financiamento imobiliário!

Utilizar simulador de financiamento imobiliário é dos passos mais importante durante o processo de compra de um imóvel.

Utilizar simulador de financiamento imobiliário é um dos passos mais importante durante o processo de compra de um imóvel. Com ele, é possível verificar os valores aproximados que serão empregados no seu contrato de financiamento. Os juros influenciam muito no preço final da operação, e entender de que forma o simulador é vantajoso para o consumidor pode ser importante.

Confira o post abaixo, entenda o funcionamento das taxas de juros em um financiamento imobiliário e saiba quais as vantagens de fazer a simulação!

Entenda como funciona um financiamento imobiliário

Considerada uma das formas mais acessíveis para se adquirir um imóvel, o financiamento imobiliário é uma modalidade de crédito que permite o consumidor quitar a sua dívida em um prazo de pagamento que pode chegar até 35 anos. No entanto, antes de resolver qualquer trâmite com qualquer credor, é preciso selecionar alguns imóveis.

Além de, claro, conhecer alguns empreendimentos que sejam satisfatórios e de agrado do consumidor, o simulador de financiamento imobiliário só trará números próximos à realidade caso o valor do imóvel seja utilizado na conta. Com esses dados, é possível calcular o valor da prestação e até mesmo saber qual a possível taxa de juros para o seu contrato.

Por mais que pareça algo cansativo, é recomendado que a simulação seja feita em vários bancos e empresas de crédito, a fim de que a pessoa interessada em adquirir um imóvel obtenha a melhor taxa possível. Ao escolher uma das propostas, o cliente entra na etapa de comprovação de renda, além de ter de apresentar uma série de documentos ao credor.

Na Melhor Taxa, há essa opção de simular o financiamento imobiliário, sem sair de casa. Para isso, é necessário preencher algumas informações, como a renda e o valor que deseja financiar. Em poucos cliques, o simulador retorna com propostas das instituições financeiras, o que evita desperdício de tempo em descobrir isoladamente o que cada empresa de crédito oferece. Ao escolher uma das propostas, o cliente entra na etapa de comprovação de renda, além de ter de apresentar uma série de documentos ao credor.

Até a assinatura do contrato, talvez esse seja o momento mais burocrático. Saiba, desde já, que as instituições financeiras, por mais que estejam interessadas em lucrar com a cobrança dos juros, prezam por uma operação com pouquíssimos riscos de inadimplência por parte do seu cliente. Nesse sentido, podem acabar sendo muito rígidas até que o crédito imobiliário seja liberado.

Considere os juros um produto do mercado financeiro

Ao entender como financiar um imóvel, um componente em específico da parcela de quitação do crédito pode chamar atenção: a taxa de juros. Sendo cobrada todo mês em cima da amortização do empréstimo, tal tarifa acaba por elevar bastante o valor total gasto para quitar o financiamento — pense que, em média, são 10% de juros ao ano.

Esse é um dos motivos pelo qual alguns consumidores questionam a forma como os juros são definidos. Para entender isso, o melhor caminho é começar a considerar essa taxa como mais um produto do mercado financeiro. Nesse sentido, espera-se que alguns fatores externos, como a inflação e os valores da concorrência, influenciem na definição dos número de uma instituição financeira, não é mesmo?

Pois bem, os juros também sofrem todos os efeitos da inflação no mercado financeiro. Conforme os valores vão subindo, essa taxa, provavelmente, acaba seguindo o mesmo caminho.

Limite de idade para contratar um financiamento é de 80 anos e 6 meses

Para os credores, um dos fatores mais importantes para definir a taxa de juros de um cliente em específico é a sua idade. Quanto mais velho, provavelmente maior será a tarifa no seu crédito. Nesse sentido, é fato que a idade será colocada na balança do simulador de financiamento imobiliário.

Atualmente, o limite de idade para que uma pessoa possa adquirir um imóvel de forma financiada é 80 anos e 6 meses. Por isso, é impossível que uma instituição financeira permita que alguém de 75 anos, por exemplo, financie a sua compra em 30 anos. A partir de certa idade, o prazo de pagamento começa a diminuir.

Tudo isso serve para o consumidor ponderar ainda mais informações ao considerar a possibilidade de adquirir um imóvel. Nessa linha de pensamento, o simulador de financiamento imobiliário acaba se mostrando ainda mais importante para mostrar ao consumidor os valores envolvidos na contratação do crédito.

As vantagens de utilizar um simulador de financiamento imobiliário

Como pudemos perceber ao longo do post, é fato que os juros imobiliários possuem uma influência grande no valor final pago pelo crédito em questão. Sabendo disso, utilizar um simulador de financiamento imobiliário se torna algo ainda mais necessário para que o consumidor não acabe arcando com uma dívida pesada para o seu bolso.

Com ele, é possível ter uma ideia de várias oportunidades oferecidas pelo ramo dos imóveis. Em tempos de reaquecimento do mercado, diversas condições vantajosas podem ser adquiridas junto aos credores. Além de consultar todos os componentes e valores que estarão envolvidos no contrato, é nessa etapa em que o cliente consegue tirar todas as dúvidas sobre os detalhes de um financiamento.

No entanto, para fazer uma simulação precisa e ainda conseguir a melhor taxa do mercado para o seu perfil, basta responder o formulário presente em nosso site. Sabendo dos impactos dos juros no crédito imobiliário, nada mais justo do que você adquirir o seu imóvel com a melhor taxa! Solicite um financiamento de imóvel em nosso site!

Compartilhe
Veja Também