Financiamento Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal possui três modalidades de financiamento imobiliário. Conheça melhor suas linhas de crédito e descubra qual se adequa ao seu perfil financeiro e ao imóvel que deseja comprar.

Carta de Crédito FGTS
A Carta de Crédito FGTS é a linha de crédito da Caixa que utiliza recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Mas, neste caso, não se trata do valor total depositado pelo empregador na conta do candidato a comprador. O montante recolhido por todos os brasileiros forma uma grande conta e é dela que sai o dinheiro emprestado pela CEF. O que determina se o comprador do imóvel vai conseguir esse tipo de financiamento é a renda familiar e o valor que está sendo pedido.

Requisitos:
- Ser brasileiro ou estrangeiro com visto permanente
- Maior de 18 anos ou emancipado
- Ter capacidade civil e de pagamento
- Ter idoneidade cadastral
- Não ter um imóvel na cidade onde mora
- Não ser comprador de outro imóvel
- Não ter recebido desconto pelo FGTS
- Não pode ser proprietário, cessionário, estar comprometido ou ter direito de compra de outro imóvel residencial, urbano, concluído ou em construção, onde mora ou tem o seu principal trabalho, nos municípios limítrofes e na região metropolitana, através do SFH

Prazo para pagamento - 30 anos

Especificações para imóvel novo ou usado, na planta, construindo ou reformando:

- Limite da renda familiar - R$4.900 (Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo e cidades com mais de 500 mil habitantes) ou R$3.900 (demais cidades)
- Limite do valor do imóvel - R$130 mil (Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo) R$100 mil (cidades com mais de 500 mil habitantes) ou R$80 mil (cidades com menos de 500 mil habitantes) 
- Limite do valor financiado - 100% do valor do imóvel (financiamento até 240 meses), 90% do valor do imóvel (financiamento de 241 a 300 meses) ou 80% do valor do imóvel (de 301 a 360 meses)
- Juros - 5 % a.a. + TR (renda familiar de R$465 a R$2.325,00); 6% a.a. + TR (renda familiar de R$2.325,01 a R$2.790); 8,16% ao ano + TR (renda familiar de R$2.790,01 a R$3.900 ou, conforme a cidade, até R$ 4.900). Nos três casos, há redução de meio ponto percentual para quem tiver contribuído ao fundo de garantia por pelo menos três anos, consecutivos ou não.

Especificações para financiamento de material de construção:

- Limite da renda familiar - R$4.900 (Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo e cidades com mais de 500 mil habitantes) ou R$3.900 (demais cidades)
- Limite do valor do imóvel - R$80 mil
- Limite do valor financiado - R%25 mil



Carta de Crédito SBPE

A Carta de Crédito SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) é uma modalidade ofertada pela Caixa Econômica Federal que possibilita o financiamento imobiliário através de recursos da caderneta de poupança. 

Requisitos:
- Ser brasileiro ou estrangeiro com visto permanente
- Maior de 18 anos ou emancipado
- Ter capacidade civil e de pagamento
- Ter idoneidade cadastral

Especificações para imóvel novo ou usado, na planta, construindo ou reformando:

- Prazo para pagamento - 30 anos
- Limite de renda familiar - Não há limite, contanto que as prestações do financiamento comprometam até 30% da renda
- Limite de valor do imóvel - até R$500 mil (pelo Sistema Financeiro de Habitação - SFH). Imóveis de valor superior a R$500 mil pode ser financiado, mas fora do SFH
- Limite do valor financiado - até R$450 mil (pelo Sistema Financeiro de Habitação - SFH).  Financiamentos superiores a R$450 mil são oferecidos, mas fora do SFH
- Sistema de amortização - SAC: a taxa de amortização é constante, enquanto os juros e o valor das prestações são decrescentes)

Especificações para financiamento de material de construção:

- Prazo para pagamento - 15 anos (com taxa de juros prefixada) e 30 anos (com taxa de juros pós-fixada)
- Limite do valor financiado - Dentro do SFH: R$15 mil a R$450 mil (com taxa de juros pós-fixada) ou R$50 mil a R$450 mil (com taxa de juros prefixada). Fora do SFH: mínimo de R$15 mil e máximo de acordo com a capacidade de pagamento aprovada pela análise de risco do banco


Programa pró-cotista

O programa é específico para trabalhadores titulares de contas vinculadas do FGTS. Uma das linhas mais vantajosas, sobretudo para quem busca imóveis na faixa de R$150 mil a R$500 mil, cujas taxas costumam ser mais altas no FGTS, o programa pró-cotista está sujeito à disponibilidade de recursos em cada Estado. 

Para ter acesso, é preciso ter contribuído para o fundo por pelos menos três anos, consecutivos ou não. No caso das contas inativas, é exigido saldo equivalente a pelo menos 10% do valor do imóvel.

Requisitos:
- Ser brasileiro ou estrangeiro com visto permanente
- Maior de 18 anos ou emancipado
- Ter capacidade civil e de pagamento
- O imóvel deve ser utilizado para sua moradia.
- Não pode ser proprietário, cessionário, estar comprometido ou ter direito de compra de outro imóvel residencial, urbano, concluído ou em construção, onde mora ou tem o seu principal trabalho, nos municípios limítrofes e na região metropolitana
- Ter no mínimo 36 contribuições no FGTS

Prazo para pagamento - 30 anos

- Limite de renda familiar - Não há limite, contanto que as prestações do financiamento comprometam até 30% da renda
- Limite do valor do imóvel - R$750 mil (Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais) e R$600 mil (demais Estados)



Quer receber propostas de financiamento imobiliário?
Veja Também