Onde morar?

Tão importante quanto conseguir as melhores condições de pagamento na compra de um imóvel, é tornar a aquisição um facilitador na busca pela qualidade de vida. Para tanto, algumas considerações devem ser feitas na escolha de uma residência.
Caso a mudança seja feita em família, o mais indicado é que o imóvel esteja em um bairro residencial, pela tranquilidade, ruas arborizadas e distância dos grandes centros. Em contrapartida, por serem afastados, os bairros residenciais demandam um constante deslocamento para o trabalho, escola ou estabelecimentos comerciais. É preciso elencar os prós e contras das regiões centrais e afastadas.

Idosos demandam constante deslocamento, em especial para centros médicos. Famílias com integrantes da terceira idade precisam levar em conta a oferta de serviços no entorno, como farmácias, parques, estabelecimentos hospitalares, parques e supermercados. Outro ponto relevante é a conservação das calçadas e ruas do bairro.

Jovens e solteiros possuem maior liberdade na escolha de um bairro para morar. No entanto, a necessidade de estar sempre se deslocando torna o acesso ao transporte público um item importante a ser considerado na hora de escolher uma residência.
Veja Também