Crédito imobiliário atinge R$ 10,4 bilhões

Embora os jogos da Copa do Mundo tenham provocado redução do número de dias de trabalho, o volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis somou R$ 10,4 bilhões em julho, apresentando um crescimento de 4,3% em relação ao mesmo mês de 2013. Na comparação com junho de 2014, observou-se crescimento de 14,1%.

De agosto de 2013 a julho de 2014, o volume de empréstimos imobiliários, com recursos das cadernetas de poupança do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), alcançou R$ 113,2 bilhões, superando em 14,5% o apurado nos 12 meses precedentes.

Só em julho deste ano, foram financiadas aquisições e construções de 50,2 mil imóveis, um aumento de 4,9% em comparativamente ao mesmo mês de 2013. Entre janeiro e julho deste ano, foram financiados 307 mil imóveis, volume 4,9% superior ao registrado em igual período de 2013. E de agosto de 2013 a  julho de 2014, foram financiados 544 mil imóveis, número que superou em 9,5% as 496,9 mil unidades contratadas nos 12 meses anteriores.

As cadernetas continuaram com captação positiva no mês passado, não obstante o patamar do juro básico, que reduz a competitividade de aplicações não atreladas à taxa Selic.

Só no mês de julho, os depósitos superaram os saques em R$ 2,87 bilhões e, nos primeiros sete meses do ano, os ingressos líquidos somaram R$ 11,2 bilhões. Os resultados favoráveis se devem, em especial, ao fato de que as cadernetas de poupança constituem alternativa de aplicação mais popular e de fácil movimentação.

 

Fonte: divulgação da assessoria de imprensa da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip)

Veja Também