Casa ou apartamento?


A estrutura familiar é decisória não só na metragem de um imóvel como também na necessidade de um determinado tipo de residência. Casa ou apartamento? São inúmeros os fatores que podem interferir na escolha do comprador. E é importante que cada um deles seja considerado, para que não haja arrependimento futuro.

O apartamento possui características que podem causar desagrado a compradores inexperientes com este modelo residencial. A falta de privacidade é a maior delas. Embora o apartamento tenha a circulação restringida à unidade familiar e àqueles que a mesma permitir, a rotina predial envolve o lido constante com prestadores de serviço e vizinhos. Sem falar, claro, na necessidade de se respeitar as regras decididas pelos moradores e síndico em reuniões. 

A casa, por sua vez, tem a privacidade como ponto forte. Quando se mora em uma casa, não há a presença de áreas comuns. E as áreas abertas, como varanda, quintal e jardim não precisam obedecer quaisquer regras, já que toda e qualquer prerrogativa diz respeito apenas aos moradores. Em compensação, a segurança é o fator mais negativo na escolha de uma casa. Enquanto nos prédios há um sistema de segurança funcionando, nas casas toda e qualquer medida tomada nesse sentido fica por conta do próprio morador. E não há como fugir disso, já que as casas são mais vulneráveis que os apartamentos. Ainda que seja localizada em um condomínio horizontal, é necessário que se pague uma taxa pela vigilância. 
Veja Também