Crise imobiliária: momento do mercado traz oportunidades únicas

Entenda como a maior crise imobiliária dos últimos 16 anos pode ser boa para você

O ano de 2015 vem sendo marcado como o ano da pior crise imobiliária dos últimos 16 anos. Após um longo período de aquecimento no setor, a atual crise econômica eleva mês a mês o estoque de unidades lançadas. Em São Paulo, o número de unidades à espera de compradores chega a 28 mil, segundo dados do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).

Por que há estoque de imóveis? - A desaceleração da economia e pressões inflacionárias levaram a medidas como a alta da taxa Selic e das tarifas cobradas para operações de crédito imobiliário. Isso acarretou em uma maior restrição no acesso ao financiamento imobiliário. Esse cenário leva a três situações que colaboram com o crescimento do estoque imobiliário: a) pessoas que compraram imóvel na planta sem as devidas orientações, encontrando dificuldade no repasse da dívida, tendo que realizar o distrato da unidade b) empreendimentos cujo início da obra se deu há cerca de um ano e meio (tempo médio de construção) e, agora, no momento da entrega não estão encontrando compradores c) proprietários colocando seus imóveis à venda para fazer caixa.

As milhares de opções disponíveis garantem ao interessado na compra uma tranquilidade maior na busca pelo imóvel perfeito. "Além dos descontos robustos sendo oferecidos, muitas das incorporadoras têm oferecido diferenciais nas unidades como armários na cozinha e pisos cerâmicos ou porcelanatos", afirma Mônica Albano, gerente de crédito imobiliário da Melhortaxa.

A crise imobiliária a seu favor - Construtoras e incorporadoras estão fazendo de tudo para dar liquidez aos estoques de imóveis. Para manter o setor aquecido, muitas das empresas têm aberto mão de boa parte da porcentagem de lucro. Em setembro, foi possível encontrar descontos de até 50%, em São Paulo. Ou seja, o momento de sair em busca de imóvel é agora. Com preços muito abaixo do valor praticado nos últimos 16 anos e incorporadoras dispostas a negociar, a fase é muito oportuna para garantir a compra de um imóvel a um bom preço.

Dados do FipeZap, no comparativo entre agosto e setembro, apontam recuo no preço de imóveis nas seguintes cidades: Rio de Janeiro (-0,52%), Porto Alegre (-1,26%), Florianópolis (-0,31%), Contagem (-0,22%), Brasília (-0,16%), Niterói (-0,15%), Goiânia (-0,09%) e Recife (-0,04%). O portal imobiliário VivaReal indica que, no comparativo do terceiro trimestre de 2015 e 2014, Natal (-2,2%) e Curitiba (-1,7%) tiveram as duas maiores quedas de preço. 

Disputa entre os bancos - Com o recente anúncio de mais um aumento na taxa de juros para financiamento pela Caixa Econômica Federal, principal agente de crédito imobiliário do país, os demais bancos acirraram a concorrência pelos clientes interessados nessa modalidade de empréstimo. "Mais do que nunca, interessados em aproveitar as boas oportunidades decorrentes da robustez do estoque devem realizar uma pesquisa minuciosa, aproveitando a maior competitividade entre os bancos. E essa dedicação deve estar presente em todas as etapas da aquisição, desde a busca pelo imóvel adequado às suas necessidades até o levantamento das taxas e políticas de todas as instituições financeiras para financiamento imobiliário", aconselha Rafael Sasso, mestre em finanças.

Portanto, a palavra de ordem para desfrutar ao máximo do atual cenário do mercado imobiliário é pesquisa. Qual região apresenta as melhores oportunidades de compra? Há expectativa de valorização dessa região? As metragens do imóvel são compatíveis com seu planejamento familiar a longo prazo? Você conhece as exigências bancárias para concessão de financiamento imobiliário? É fundamental que, antes da compra, todos os pontos em torno da aquisição de um imóvel sejam levantados e esclarecidos.

Possui dúvidas sobre o processo de obtenção de crédito imobiliário? Fale conosco! A Melhortaxa pesquisa, compara e entrega as melhores propostas de financiamento imobiliário das maiores instituições financeiras do país e indica a melhor opção de financiamento para seu perfil financeiro, sem cobrar nada por isso. Faça já uma simulação!



  • Entenda a crise imobiliária

Compartilhe

Veja Também