Como é o cálculo de juros simples

Rendimento é calculado com base no montante aplicado na operação, diferente dos juros sobre juros

Os juros são definidos como o rendimento de uma aplicação financeira, referente ao atraso no pagamento de uma prestação ou a quantia paga pelo empréstimo de determinada quantia de capital. Matematicamente, os juros se dividem em simples, calculados sobre o valor original da transação, e compostos, os chamados "juros sobre juros".

Hoje em dia, o sistema financeiro - bancos, financiadoras, operadoras de cartão de crédito e empresas do tipo - usam os compostos. Antigamente, eles costumavam ser aplicados apenas em operações de longo prazo, como financiamentos. As de curto prazo eram calculadas utilizando os juros simples. Apesar disso, é importante conhecer os juros simples para compreender os juros sobre juros.

Nesse sistema de capitalização simples, os juros são calculados com base no valor da dívida ou da aplicação.

Cálculo de juros simples – Os juros simples são calculados segundo a seguinte fórmula: J = C x i x t, onde:

J = juros

C = capital

i = taxa de juros

t = tempo de aplicação (mês, bimestre, trimestre, semestre, ano...)

Esse resultado dá os juros da operação. Para saber o montante produzido ao final de determinada operação, é preciso aplicar esse valor em uma segunda fórmula:

M = C + J, onde:

M = montante final

C = capital

J = juros

 

Confira um exemplo:

Qual será o montante produzido por um capital de R$ 1.200,00, durante 10 meses, a uma taxa de juros de 2% ao mês?

Capital: 1200

i = 2% = 2/100 = 0,02 ao mês (a.m.)

t = 10 meses

 

J = C x i x t

J = 1200 * 0,02 * 10

J = 240

 

M = C + J

M = 1200 + 240

M = 1440

O montante produzido será de R$ 1.440,00.

Buscando financiamento imobiliário? A Melhortaxa compara as taxas das maiores instituições financeiras do país e indica a melhor opção de financiamento para seu perfil financeiro, sem cobrar nada por isso. Faça já uma simulação!



  • cálculo de juros simples

Compartilhe

Veja Também